Orgasmo de bateristas e percussões de latão

Drumgasm

O que acontece num projeto que reúne três bateristas que tocam em bandas diferentes? Um orgasmo percussivo!

Os responsáveis por essa suruba são Matt Cameron (Pearl Jam e Soundgarden), Janet Weiss (das bandas ultra-mega indies Sleater-Kinney, Wild Flag e Quasi) e Zach Hill (das ainda mais ultra-mega indies Death Grips e Hella).

Eles resolveram unir suas baquetas para gravar o álbum, sugestivamente intitulado Drumgasm, que acaba de ser lançado pelo selo  Jackpot Records. O disco consiste basicamente na longa faixa-título instrumental, dividida em duas partes, cada uma com cerca de 20 minutos de duração!

Drumgasm Capa

A premissa acima parece um porre? O próprio selo reconhece que sim, tanto que postou uma mensagem desencorajadora em seu site, dizendo que a música contida no disco pode “incomodar” e até “causar ataque de pânico” no público. Para dar uma aliviada, o Jackpot Records soltou no YouTube um teaser engraçadinho do disco:

Mas, se três bateristas juntos podem aborrecer ouvidos sensíveis, o que dizer então de um bando de 18 caras que gostam de bater em latões? Bom, esse é o caso do Les Tambours du Bronx.

O grupo francês foi formado em 1987 em Varennes-Vauzelles, uma comuna de Nièvre (na região de Borgonha) habitada por ferroviários. Foi nesse ambiente que eles transformaram sucata de todo tipo em percussão para tirar um som poderoso.

Ao longo de 25 anos de estrada, o grupo já conseguiu façanhas como fazer abertura para Jimmy Page e Robert Plant, participar do game SimCity e gravar e tocar com o Sepultura no , em Lisboa, em 2012.

Por falar nisso, o grupo vem ao Brasil para se apresentar no dia 19 de setembro no Rock In Rio, mais uma vez ao lado do Sepultura. Depois, no dia 26 de setembro, os franceses desembarcam em São Paulo, onde fazem show no HSBC Brasil.

Na carona da vinda dos Les Tambours du Bronx  ao país, o selo independente Substancial Music acabou de lançar o mais recente trabalho deles, Fukushima Mon Amour, CD que vem acompanhado de um DVD.

Tambours du Bronx Fukushima Mon Amour

 

 

 

1 comentário

Arquivado em Música

Uma resposta para “Orgasmo de bateristas e percussões de latão

  1. Pingback: Vai aí um sorvete sabor Cinnamon And Lesbians? |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s