“Aqui não existe Natal”

Que mané “Ho, ho, ho”! Chutando o traseiro flácido do Bom Velhinho, este escriba vos oferece este singelo playlist de Natal!

Garotos Podres – Papai Velho Batuta

Este playlist só poderia começar com este clássico anticonsumista dos bons e velhos Garotos Podres!

The Sonics – Don’t Believe In Christmas

Com seu som sujo e tosco (por vezes rotulado de proto-punk), os Sonics foram os mestres do garage rock dos 1960’s, e posteriormente viraram influência para uma infindável horda de roqueiros. Com ácida ironia, eles dizem com todas as letras que “não acreditam no Natal”!

James Brown – Santa Claus Go Straight To The Ghetto

Natal não é uma celebração só dos brancos. Nos 1960’s, James Brown foi um principais artistas negros a se engajar na questão racial nos EUA. Prova disso é que ele mete a boca para fazer uma crítica social com seu característico balanço.

Flaming Lips – Christmas At The Zoo

Só mesmo os esquizofrênicos Flaming Lips para ir ao zoológico em pleno Natal. Mas o passeio de Wayne Coyne e sua gangue é por uma causa que está na moda: libertar todos os animais de suas jaulas.

The Who – Christmas

Um dos grandes momentos da opera-rock Tommy (que acaba de ser remasterizada e relançada num imponente box com 4 CDs com supervisão de Pete Townshend), o Who conta que o pobre garoto cego-surdo-mudo-viciado em fliperama não sabe o que é o Natal.

John Lee Hooker – Blues For Christmas

Arruinado e sem um puto no bolso, John Lee Hooker clama para que o Bom Velhinho lhe traga sua amada de volta neste blues natalino.

The Ronettes – I Saw Mommy Kissing Santa Claus

Nos 1960’s, o pop americano viveu a febre dos “girl groups“. Um dos mais notáveis foi The Ronettes (formado pelas irmãs Veronica e Estelle Bennett e sua prima Nedra Talley). Sob comando do produtor e compositor Phil Spector (que se casou com Veronica), o trio ocupou as paradas com hits como Be My Baby e Baby I Love You. Em 1963, elas participaram da coletânea A Christmas Gift For You, de Spector, com três músicas, uma delas foi I Saw Mommy Kissing Santa Claus. Por sua vez, a música tem uma história curiosa. Composta pelo britânico Tommie Connor e gravada em 1952 pelo cantor Jimmy Boyd como brinde de uma grande loja americana de departamentos, a música inicialmente foi banida por conta do suposto teor blasfêmio da letra, que fala de uma criança que acorda na noite de Natal e flagra a mãe beijando Papai Noel.

Tom Waits – Christmas Card From A Hooker In Minneapolis

A luz também brilha para os habitantes do submundo das grandes cidades. Uma prostituta, grávida de seu ex-amante, relata seu momento de felicidade neste pungente conto de Tom Waits.

Chuck Berry – Merry Christmas Baby

O Mestre do duck walk está feliz da vida! Afinal, sua garota o tratou bem durante o ano e até lhe comprou um som hi-fi. É o que ele conta nesta pérola natalina do rock’n’roll.

Patife Band – Noite Feliz 

(OBS.: A música começa em 8:10 e termina em 10:10)

Para fechar este playlist desafinando o coro dos contentes, a Patife Band e sua versão do famigerado clássico natalino, gravada em seu primeiro disco, o EP Patife Band, lançado pelo selo independente Lira Paulistana. Liderada por Paulo Barnabé (irmão de Arrigo Barnabé), a Patife Band foi um dos grandes nomes do underground paulistanos dos anos 1980’s com seu idiossincrático rock experimental-atonal.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Listas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s