Joy Division e New Order: o outro lado da história por Bernard Sumner

Depois de Peter Hook dar sua versão, agora é a vez de Bernard Sumner

O músico lançará em setembro sua autobiografia, Chapter And Verse, em que conta o seu lado da história com o Joy Division e o New Order.

Capa Livro Bernard Sumner

Em meio a reminiscências de sua vida pessoal, Sumner também rememora a empreitada à frente do Haçienda, o lendário club de Manchester que o New Order abriu nos anos 1980 em parceria com Tony Wilson (empresário do grupo e um dos fundadores do selo Factory Records).

Enquanto o livro não sai, este escriba selecionou três momentos diferentes da carreira de Sumner.

Joy Division — Digital

A Factory Sample (primeiro lançamento propriamente dito da Factory Records) trouxe quatro artistas, entre eles o Joy Division, que marcou presença com as faixas Digital e Glass.

 

New Order — Ceremony

Ceremony marcou oficialmente o início do New Order. Esta é a primeira versão da música, lançada em março de 1981 como single nos formatos de 7″ e 12″. O grupo viria a regravar a música em setembro do mesmo ano, já com a presença de Gillian Gilbert.

 

New Order — True Faith 

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias Pop

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s