Cover me, baby!

Expediente para disfarçar falta de criatividade, um mero exercício de estilo ou só uma singela homenagem?

O fato é que fazer cover é o coringa que todo músico tira da manga em algum momento da carreira.

Este escriba reles lista (sem ordem de preferência) cinco exemplos recentes dessa nobre prática pop.

Johnny Marr — I Feel You 

Já virou tradição: o Record Store Day é a data que artistas e bandas escolhem para lançar discos e/ou singles especiais em edição limitada. Neste ano, Johnny Marr vai soltar esta cover do Depeche Mode.

 

2:54 Band — Take It As Tt Comes 

Uma das boas novidades a sair do forno do selo Bella Union, o duo formado pelas irmãs irlandesas Colette e Hanna Thurlow dá uma roupagem estilosa na clássica faixa dos Doors.

 

Tori Amos — Smells Like Teen Spirit 

Também entrando na onda dos relançamentos, Tori solta em abril as edições “deluxe” de seus dois primeiros discos Little Earthquakes (que traz esta cover do hit do Nirvana) e Under The Pink.

 

Jack White — Blue Light, Red Light (Someone’s There) 

Com sua habitual destreza, Jack White consegue injetar mais sangue nesta cover do canastrão Harry Connick Jr..

 

Bob Dylan — The Night We Called It A Day 

Shadows In The Night é o manjado álbum de standards do cancioneiro americano que faltava na extensa discografia de Dylan. No trabalho ele garimpou canções gravadas por Frank Sinatra. Uma delas é The Night We Called It A Day, que ganhou um caprichado clipe com ar de filme noir dos anos 50.

Deixe um comentário

Arquivado em Listas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s